Buscar
  • sopromov

Papa Francisco escreve à comunidade LGBT católica

9.05.2022 “Deus é pai e não repudia nenhum dos seus filhos”, escreve o Papa Francisco dirigindo-se à comunidade LGBT católica através do site Outreach animado pelo padre jesuíta James Martin. Martin enviou a 5 de maio uma carta ao Papa Francisco perguntando se ele estaria disposto a responder a algumas das perguntas mais frequentes que lhe fazem os católicos LGBT e as suas famílias. No texto, escrito em espanhol, o P. Martin enviava três perguntas, à laia de uma minientrevista. Três dias depois, recebeu uma nota manuscrita com as respostas do Papa Francisco que começava por escrever: “Em relação às suas perguntas, ocorre-me uma resposta muito simples.”

Reproduzimos as perguntas e respostas:

Outreach: O que é mais importante as pessoas LGBT saberem sobre Deus?

Papa Francisco: Deus é Pai e não repudia nenhum dos seus filhos. E “o estilo” de Deus é “proximidade, misericórdia e ternura”. Ao longo deste caminho cada um encontrará Deus.

Outreach: O que gostaria que as pessoas LGBT soubessem sobre a igreja?

Papa Francisco: Eu gostaria que eles lessem o livro dos Atos dos Apóstolos. Lá encontrarão a imagem da igreja viva.

Outreach: O que tem a dizer a um católico LGBT rejeitado pela igreja?

Papa Francisco: Faria com que visse isso não como “rejeição da Igreja”, mas sim de “pessoas na Igreja”. A igreja é mãe e convoca todos os seus filhos. Tomemos como exemplo a parábola dos convidados para a festa: “os justos, os pecadores, os ricos e os pobres, etc”. [Mateus 22:1-15; Lucas 14:15-24]. Uma igreja “seletiva”, de “sangue puro”, não é a Santa Madre Igreja, mas sim uma seita.

A entrevista em inglês e em espanhol, bem como o texto das respostas manuscrito pelo punho do Papa podem ser lidos aqui.




103 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo